Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Carta aberta

21.07.12publicado por Gato Pardo

Caríssimos senhores responsáveis pelos sensores de iluminação de centenas de casas de banho espalhadas por este país fora,

 

 

Vão para o raio que vos parta.

Sério. Quero mesmo que Zeus se passe dos cornos e vos mande um trovão daqueles mesmo porreirinhos e vos estoure com as instalações onde vocês fabricam os malditos sensores.

Deixem-me explicar um pouco o porquê da minha insatisfação.

Um tipo tem de arrear o calhau. É a lei da acção/reacção. Um gajo come feijoada e grão, logo tudo o que entra acaba por ter de sair. Até aqui tudo bem. O que não faltam são instalações sanitárias por este país fora. Mas ter de mandar faxes para Tóquio às escuras é deveras incomodativo. Pior que obrar às escuras, é fazer figuras de parvo a acenar as mãos de um lado para o outro na vã esperança que a m*rda do sensor se active. Para acenar feito uma pita maluca, ia ver o concerto do Justin Bieber.

Mais. Vocês não levaram em conta o número substancial de homens que colocam a leitura em dia nesses poucos momentos de paz. O que significa que vocês são directamente responsáveis talvez não pela percentagem de analfabetismo da população mas pelo desinteresse crescente nas revistas de sudoku (ai o trocadilho...) e as tiras de banda desenhada do Correio da Manhã (que como devem saber, é a leitura de casa de banho de excelência, tal o gabarito do jornalismo que abunda nas suas páginas).

E mais. Vocês são também directamente responsáveis pela parca actividade sexual daquela percentagem da população que ainda não descobriu as redes sociais e vê-se obrigada a escrever os seus atributos penianos nas portas das casas de banho. Ora, se a porra da luz passa a vida a apagar-se a coisa torna-se quase tão complicada como achar uma música dos Delfins digna dessa designação...

A sério, meus senhores. Já que o país está na m*rda, será pedir demais que ao menos me deixem lidar com ela de luz acesa?

6 comentários

Comentar este post